Prefeito pedro coelho filho reúne por vídeo conferência com o comitê de gerenciamento de crise Covid-19 e prorroga decreto municipal

657

Participaram da reunião Secretários Municipais, Associação Comercial e Industrial, Defesa Civil, Promotoria e Defensoria Pública, Ministério de Pastores e Empresários.
Os participantes deram opiniões e debateram sobre novas medidas a serem tomadas no enfrentamento ao Coronavírus em Castanhal.
Na ocasião o Prefeito Pedro Coelho Filho decidiu prorrogar o decreto municipal de enfrentamento ao COVID-19 até o dia 30/04, que acompanha os moldes do Governo do Estado, seguindo as medidas recomendadas pelo Ministério Público. Com o decreto permanece o funcionamento do comércio em horário reduzido de 08h às 14h.
“É importante ouvir os representantes da sociedade e tomar as medidas necessárias juntos. Precisamos da colaboração do empresariado em cumprir as regras do distanciamento entre pessoas, higienização dos locais e que a população também faça a sua parte ficando em casa. O comprometimento de nosso governo é salvar vidas”, afirmou o Prefeito Pedro Coelho Filho.
A Secretária Municipal de Saúde, Carla Lima, anunciou algumas medidas que estão sendo tomadas por meio da Secretaria no combate ao COVID-19, como a instalação de uma nova ala reservada do hospital municipal, destinada para receber casos suspeitos de Coronavírus, postos com atendimento estendido e aquisição de mil testes rápidos. “São medidas constantes que a secretaria tem tomado. Estamos trabalhando intensamente no combate ao Coronavírus, mas só com ajuda de todos e conscientização é que vamos conseguir vencer essa batalha”, disse.
A Prefeitura estuda ainda algumas medidas para diminuir a aglomeração na área da Ceasa. Campanha e orientação para conscientização das pessoas, com distribuição de panfletos, instalação de pias para higienização.
“A Prefeitura tem agido com responsabilidade e transparência desde o início da crise. As medidas do decreto municipal são importantes e não são radicais. O comércio vai continuar aberto com restrição do horário para as atividades não essenciais.
Recomendamos que os empresários ofereçam a higienização aos seus clientes, ao adentrarem nas lojas e orientem também sobre as medidas de segurança que devem ser tomadas, diminuindo o risco de contaminação entre funcionários e clientes”, falou o Secretário de Finanças, Karlan Caldeira.
Fonte: ASCOM-PMC

FOTOS: ASCOM-PMC.