50ª Expofac premia Prefeitura de Castanhal por contribuir com o Agronegócio

80

“Não se tem dúvida alguma que o agronegócio é que tem alavancado o Pará e o Brasil como um todo. Que está fazendo com que todos nós possamos respirar um pouco. Aqui nos temos muitas áreas agricultáveis, e é isso que faz com que nosso Pará, um Estado pujante, cresça cada vez mais”.

A afirmação foi feita na noite da última quinta-feira pelo prefeito Pedro Coelho Filho durante a festa de premiação a diversas personalidades que, de alguma forma, contribuem ou contribuíram para o desenvolvimento das atividades ligadas à produção rural.

Dentre eles o prefeito de Castanhal, cujo pai, Pedro Coelho da Mota, foi quem criou, meio século atrás, a feira agropecuária de Castanhal, que hoje se tornou no palco principal do agronegócio paraense, que vive os últimos dias da 50ª Feira Agropecuária de Castanhal, a Expofac.
“Foi graças ao nosso saudoso Pedro Coelho da Mota, que hoje Castanhal desponta no agronegócio paraense. Isso numa época em que em nossa região só se plantava mandioca, e a pecuária se resumia a poucas cabeças. Ao criar a feira agropecuária, ele lançou a semente do desenvolvimento rural”, afirmou o empresário Eduardo Kataoka.

Representantes de todas aa atividades do campo foram homenageados na festa promovida pelo Sindicato Rural de Castanhal. Além de representantes de órgãos públicos e entidades particulares. Da pecuária à pesca, passando pela fruticultura, avicultura, pimenta-do-reino, dendê, cacau, hostifrutigranjeiros à farinha de mandioca.

Fonte: ASCOM-PMC.
Fotos: Wanderley Souza -Ascom.