Educação de Castanhal atinge 9,6 no índice de desempenho de gestão do PDDE

384

O IDEGES – Índice de Desempenho de Gestão do PDDE – Programa Dinheiro Direto na Escola foi divulgado, recentemente, pelo Ministério da Educação, através do FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

O PDDE destina-se às escolas públicas da educação básica das redes estaduais, municipais e do Distrito Federal, às escolas privadas de educação especial mantidas por entidades sem fins lucrativos, e são administrados pelas UEx’s – Unidades Executoras que cada escola deve possuir, como critério essencial para ter acesso ao programa.

O IDEGES foi uma forma de monitorar todo o processo do PDDE nas unidades federadas, entre elas os municípios e estados e reconhecer iniciativas exitosas de gestão. Segundo dados do FNDE, a média nacional alcançada pelas unidades federadas, em 2017 no índice, foi de 6,02.

Castanhal, dessa forma, se destacou por ficar muito acima da média nacional, alcançando 9,6, considerada, dentro do índice, uma nota muito alta. Mais uma vez, o município apresenta um destaque que o diferencia de muitos outros, em todo o Brasil.
A administração dos recursos do PDDE, desde a adesão ao programa até a prestação de contas, é acompanhado pela Consultoria do PDDE da Secretaria Municipal de Educação. O PDDE é destinado para as unidades de ensino com mais de 50 alunos, e segundo a SEMED, 77 escolas municipais participam do programa.

Luiza Santiago é a consultora da SEMED responsável por esse trabalho. Segundo ela, é preciso se manter atento para cumprir os prazos exigidos pelo PDDE, além da total transparência na prestação de contas por parte das UEx’s. Luiza, que também é economista e pedagoga, já ocupa o cargo de consultora do PDDE há cerca de 10 anos e todo o processo do PDDE, feito pelas escolas, passa por ela.

“O êxito nesse trabalho começa nas escolas, principalmente, as Unidades Executores que têm a responsabilidade de administrar com competência os recursos do PDDE, cumprindo os prazos e sendo transparentes na prestação de contas”, afirmou a consultora do PDDE.

Segundo o Secretário de Educação, Prof. Adriano Silva, o reconhecimento de anos de dedicação ao trabalho veio com a divulgação do índice, o que deu para Castanhal, um grande destaque dentro do programa.

“Essa gratificação de dever cumprido, se estendeu a todas as escolas participantes do PDDE, que são, junto com a nossa consultoria, os verdadeiros responsáveis por alcançarmos um índice tão extraordinário no IDEGES”, finalizou o secretário.

Fonte: SEMED