Nota de Esclarecimento

2396

 

A Prefeitura de Castanhal não concorda com a forma que o Sindicato da Guarda Municipal vem procurando pressionar o governo para o cumprimento do PCCR, com inúmeros transtornos à população, ao comércio e aos próprios serviços prestados no âmbito do prédio da Prefeitura, com a interdição de ruas, tirando o direito de ir e vir da população, e expondo os servidores e os cidadãos a constragimentos em razão dos apitaços e gritos proferidos no interior do prédio.
Não há razão para tal comportamento tendo em vista que a Gestão Municipal, pela primeira vez, instituiu uma comissão própria para discutir diversos temas relacionados à Guarda Municipal ocasião em que foi proposta a rediscussão do PCCR, por implicar em aumento de despesa com pessoal sem previsão de recurso financeiro, mas principalmente por desobedecer os requisitos exigidos pela lei de responsabilidade fiscal, o que foi recusado pelo Sindicato da Categoria.
Castanhal, 24 de novembro de 2017.

Prefeitura Municipal de Castanhal.