Prefeitura de castanhal certifica os primeiros dez batedores de Açaí da cidade

94

Dez batedores de açaí de Castanhal entraram para a história ao receberem, na manhã de quinta-feira 29, o selo de qualificação no processamento deste que é o mais conhecido fruto amazônico, vendido em todos os continentes do planeta, mas que pode causar sérios danos à saúde do ser humano se todas as normas de higienização não forem corretamente seguidas.
Castanhal é o segundo município paraense a fiscalizar a produção de açaí. O primeiro foi Belém, através da campanha Açaí Legal.
Maurílio Monteiro, dono da Açaí Parauara, parabenizou “a prefeitura de Castanhal por essa iniciativa de certificar quem está trabalhando de acordo com as exigências da vigilância sanitária do município. Todos só tem a ganhar com essa iniciativa”, disse.
Hoje, durante o período maior da safra do açaí, surgem cerca de 300 locais de venda de açaí por toda a cidade de Castanhal. Esse número cai pela metade no período de entressafra.
Isso mostra o desafio da Secretaria de Saúde, através da Vigilância Sanitária, de fiscalizar esses pontos e exigir que todos se submetam às normas para produzir um produto de qualidade e livre de contaminação pelo inseto barbeiro, vetor, através de suas fezes, do mal de Chagas.
“Estamos apenas no começo. O objetivo não é só certificar, mas manter essa qualidade, para que nosso projeto não perca credibilidade, não caia no descrédito e atinja todos os que trabalham com a manipulação e venda do açaí”, afirmou o prefeito Pedro Coelho Filho, que junto com a secretária de Saúde, Carla Lima, e o coordenador da Vigilância Sanitária, Paulo Bastos, fizeram a entrega dos primeiros dez selos de qualificação.

Fonte: Ascom -PMC.
Fotos:Wanderley Souza – Ascom.