Semed realiza seminário para discutir a qualidade da merenda escolar do município

971

O Seminário discutiu os desafios, diretrizes e perspectivas para a merenda escolar na nova gestão municipal. Vários políticos, empresários, fornecedores e agricultores da região participaram do evento. Hoje aproximadamente 42 mil alunos das redes Municipal e Estadual são beneficiados com refeições diárias. Uma responsabilidade da Secretaria Municipal de Educação que recebe do Governo Federal o valor de trinta e seis centavos por aluno para manter um cardápio variado dentro do padrão nutricional exigido pelo Ministério da Educação.

Um recurso complementado apenas pela Prefeitura que apesar das dificuldades vem buscando alternativas para manter a qualidade da merenda escolar. “A SEMED está de parabéns por essa iniciativa porque nunca tivemos esse espaço de discussão na gestão passada”, disse o Agricultor da agrovila Nazaré, Joel Linhares.

A transparência do processo de licitação e da chamada pública que terá início nas próximas semanas, também foi amplamente debatido durante o seminário. A intenção da Secretaria de Educação é aumentar o número de empresas durante o pregão.

A concorrência gera a redução de preços dos produtos industrializados que farão parte da merenda escolar. A chamada pública irá atender os pequenos agricultores de Castanhal que poderão oferecer hortifrutigranjeiros de qualidade para o cardápio nutricional dos alunos. “Nosso papel é ouvir propostas e oferecer oportunidades. A qualidade da merenda escolar depende de todos”, complementou o Secretário de Educação, Adriano Silva.

Outra informação importante repassada durante o seminário foi sobre o prazo para essa concorrência pública. Pela primeira vez, a Prefeitura vai proporcionar um momento de diálogo com os produtores rurais que terão como esclarecer todas as dúvidas.
A SEMED garantiu que os agricultores terão tempo para organizar a documentação necessária exigida durante a chamada pública. A Secretaria de Agricultura entrará como apoio para identificar associações e produtores rurais que terão condições de participar do processo da merenda escolar. “A inclusão da agricultura familiar vai fortalecer os produtores e garantir uma merenda mais saudável”, comemorou o Secretário de Agricultura, Gilberto Medeiros.

Por Rivan Jatene –Ascom.
Fotos: Ascom PMC.