A abertura da exposição coletiva “Arte e Movimento”

1960

A abertura da Exposição coletiva ” Arte e Movimento ” na noite dessa quarta-feira ( 25/01 ) contou com a presença de autoridades, convidados, estudantes e público em geral. Dezessete artístas com propostas e trajetórias diferentes fazem parte desse momento cultural proporcionado pela Funcast dentro da programação de aniversário de Castanhal. Na fotografia, o cotidiano, a alegria e a nostalgia através das lentes dos profissionais Ney Marcondes, Ivone Pimentel, Amilcar Carneiro , Fernando luz e Henning Bustorf. O resgate da história da cidade foi observada através do desenhista Raimundo Moraes e o pintor Gilmar Lopes.

A natureza serve de expiração para as obras dos artistas José Ailson e Hélio Braga. A exuberância plástica da Amazônia fortalece o movimento de abstração de Veudo Silva e Rui Marcelo. O surrealismo esta presente nas obras de Julio Cézar e a metalinguagem futurista nos quadrinhos de Rui José, Igor Vitorino e Marlon Uchoa. A análise crítica do comportamento humano em guerra com o meio ambiente reflete nas obras dos artistas plásticos Werne Oliveira e Teodoro Negão.

A exposição ofereceu diversas linguagens fortalecidas por uma produção cultural local. “Esse coletivo de artistas garante visibilidade para quem hoje produz cultura em Castanhal. Uma iniciativa positiva que mostra o diferencial desse novo governo”, ressaltou artista plástico Veudo Silva.

Segundo o Coordenador de Projetos Culturais da Funcast e curador da Exposição, Luis Fernando Carvalho , a FUNCAST estará sempre aberta para eventos que constribuem na construção de uma nova identidade cultural para Castanhal. Um pensamento compartilhado pelo prefeito Pedro Coelho que esteve presente na abertura da exposição e que garantiu apoio para os artistas da cidade. “Temos que valorizar a cultura de uma forma diferente acreditando no potencial de cada artista que hoje luta para conquistar seu espaço”, disse Pedro Coelho durante seu pronunciamento.

A exposição coletiva “Arte em Movimento” ficará no salão de entrada da Funcast até a segunda quinzena de fevereiro, com horário de visitação das oito às cinco da tarde.

Por Rivan Jatene-Ascom.