Agentes de Educação e Saúde participam de Oficinas de Formação do PSE

954

As Oficinas de Formação do PSE – Programa Saúde na Escola estão acontecendo, durante esta semana, no Campus da UFPA. Realizadas pela Prefeitura de Castanhal, através das Secretarias Municipais de Educação e Saúde, a abertura das oficinas aconteceu na segunda-feira (17), e têm por objetivo formar agentes para a gestão do PSE nas escolas.
O programa, em Castanhal, abrange 27 escolas, sendo 23 da rede municipal e 4 da estadual, coordenado pelo Grupo de Trabalho Intersetorial – GTI-M.

O GTI-M é composto por membros das Secretarias Municipais de Educação e Saúde e 8ª Unidade Regional de Educação – URE. As escolas que participam do programa estão distribuídas em quatro polos integrados e articulados com as equipes do NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família, que atuam nos postos de saúde dos bairros aos quais as unidades de ensino pertencem.

Estão participando das oficinas professores, merendeiras, coordenadores pedagógicos e em alguns casos, pais e alunos, além de enfermeiros, terapeutas e médicos, ou seja, todos os profissionais da Educação e Saúde que compõem o NASF.

Durante as oficinas serão abordados os temas: Alimentação Saudável, Práticas Corporais, Violências e a criação de um Plano de Ação do PSE, a ser desenvolvido por cada escola.

A Coordenadora do GTI-M (Educação), Solange Silva enfatizou a importância da participação das escolas no programa. “Participar do PSE é importante por vários fatores, e um deles é a prevenção, pois quando trabalhamos a saúde física e psicológica dos nossos alunos, temos a possibilidade de detectar problemas que podem ser resolvidos a tempo, através do trabalho de especialistas, como médicos, psicólogos e outros”, disse Solange Silva.

Camila Dantas, Coordenadora da Atenção Primária da SESMA, disse que o PSE é uma extensão das unidades de saúde dentro das escolas. “A Saúde precisa ir à comunidade. E onde nós encontramos a maioria das nossas crianças e jovens? Nas escolas. Por isso é importante essa parceria entre Educação e Saúde”, finalizou Camila Dantas.

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA
Criado pelo Decreto Presencial 6.286, de 05 de dezembro de 2007, o PSE – Programa Saúde na Escola é desenvolvido pelos Ministérios da Saúde e Educação, do Governo Federal, sendo uma política intersetorial voltadas às crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira, visando promover saúde e educação integral.

Entre as ações desenvolvidas pelo PSE nas escolas estão a verificação da situação vacinal das crianças e adolescentes; promoção e avaliação da saúde bucal e aplicação tópica de flúor; identificação de sinais de agravos de doenças em eliminação; prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas e direito sexual, reprodutivo e prevenção de DST/AIDS.

Fonte:SEMED

Fotos:SEMED