Agricultores do assentamento João batista II, agradecem o apoio recebido da Prefeitura

319

O projeto de piscicultura desenvolvido pela Prefeitura de Castanhal, através da secretaria municipal de agricultura, tem incentivado pequenos produtores rurais e criando novas oportunidades de renda. A implantação dessa atividade teve início em 2017. Ao todo já foram escavados 150 tanques no município, além do serviço de acompanhamento técnico.

O prefeito Pedro Coelho Filho, Secretário Francisco Carlos e técnicos da SEMADA, estiveram visitando a comunidade do Assentamento João Batista II, onde a prefeitura vem desenvolvendo a atividade. Na comunidade foram escavados 15 tanques e doados mais de nove mil alevinos. Dentro de seis meses os produtores já obterão o resultado.

“Fortalecer a agricultura familiar tem sido nosso objetivo, para que o agricultor permaneça no campo produzindo. Isso é fortalecer a agricultura familiar e fazer com que eles tenham uma outra opção de renda”, disse o Prefeito Pedro Coelho Filho.

A presidente da Associação de moradores do Assentamento, Sandra Oliveira, agradeceu o incentivo da Prefeitura. “Muitos agricultores não tem condição de mandar cavar seu tanque. O custo é alto e inviabiliza o pequeno produtor. Agradecemos a Prefeitura pelo apoio. Isso tem mudado a vida de muita gente aqui na comunidade”, ressaltou.

O agricultor Lisboa de Jesus, cultiva açaí, mandioca e tem criação de frango. Ele diz que está otimista com a piscicultura. “Nossa principal dificuldade era a falta de recurso para mandar cavar o tanque e adquirir os peixes, mas graças a Deus tudo foi resolvido. Estamos satisfeitos com o apoio que temos recebido da prefeitura e da secretaria de agricultura, o que nunca tinha ocorrido nos governos passados”, disse.
O Secretário Municipal de Agricultura, Francisco Carlos, disse que investir na agricultura familiar é garantir o emprego e renda ao homem do campo. ”O Governo de Todos tem um compromisso com a agricultura. Desenvolvendo programas que promovem condições de melhorar sua renda e a qualidade de vida”, afirmou.
Fonte: ASCOM-PMC.
Fotos: ASCOM-PMC.