Encontro discute doenças raras e a inclusão social de pessoas com deficiência em Castanhal

1251

Com o tema “Celebrando o Amor” o Conselho Municipal de Direito da Pessoa com Deficiência realizou na manhã de sexta-feira (31) um grande encontro para discutir a Síndrome de Willians e Doenças Raras, além da necessidade de políticas para as famílias de pessoas com deficiência.

A programação contou com apresentações culturais, palestras e discussões sobre o apoio garantindo por lei a todos aqueles que precisam de uma atenção especial. Entre as autoridades, o Secretário de Assistência Social, Amiraldo Torres, garantiu em seu pronunciamento que a nova gestão municipal tem um compromisso com todas as entidades que hoje lutam para resgatar a cidadania das pessoas com deficiência. Ele ressaltou que a Semas desenvolve hoje vários programas de inclusão e que a parceria é fundamental nesse processo social.

A Presidente e Fundadora da Associação Paraense de Síndrome de Willians e outras Doenças Raras, Lígia Lopes, reforçou essa responsabilidade de garantir as famílias de pessoas com deficiência o amparo legal para o diagnóstico das diversas síndromes que até hoje continuam sendo investigadas pela medicina.

Ela valorizou a presença da geneticista Izabel Neves que desenvolve pesquisas no Hospital Bettina Ferro de Souza da UFPa. O hospital que é referência na Amazônia, busca o maior conhecimento de doenças raras oferecendo tratamento e apoio necessário as associações. O encontro realizado em Castanhal serviu de ponto de partida para novos projetos e orientações necessárias para a ampliação do trabalho realizado na região.