Prefeito Pedro Coelho Filho sanciona a lei que cria o conselho municipal de promoção da Igualdade racial

461

O ato oficializando a criação do conselho municipal de igualdade racial ocorreu na tarde de terça-feira, 22, no salão de reuniões da Prefeitura de Castanhal.
A assinatura do Prefeito Pedro Coelho Filho, sancionando a lei, teve a presença de representantes de movimentos afro, da Chefe de Gabinete, Carmem Quadros e secretários municipais.

O conselho de igualdade racial está vinculado a secretaria municipal de assistência social. Tem o objetivo de monitorar, fiscalizar e avaliar as políticas que visem a promoção da política municipal de igualdade racial, com ênfase a pessoa negra, com vistas a implementação de recursos e da participação popular e do controle social, integrado, paritariamente por representantes de órgãos públicos e de entidades da sociedade civil organizadas com estes propósitos e devidamente regularizadas.
O Prefeito Pedro Coelho Filho, disse que este foi mais um grande passo na luta por igualdade.

“Colocamos em prática um projeto que se arrastava há anos. Nós precisávamos criar o conselho de igualdade racial, para garantir que as políticas sociais possam chegar a quem realmente precisa. Somos todos afrodescendentes mas ainda existe muita discriminação e precisamos mudar isso”, declarou.

Denilsom Batista que faz parte da Associação de Consciência Negra Quilombola, ressaltou que a lei sancionada é uma conquista para os movimentos sociais.

“Somos 72% da população, mas no entanto não somos vistos como merecemos. A formalização da lei vai nos garantir alcançarmos políticas públicas nacional que temos direito e desenvolve-las em nossas comunidades. Agradecemos a pessoa do Prefeito Pedro Coelho Filho pelo empenho em consolidar esse direito do povo afro de Castanhal”, afirmou.

A Secretária Municipal de Assistência Social, Elyrose Abreu, destacou que a partir de agora se abre um processo de novas conquistas e garantia de direitos. “Me sinto feliz e realizada pelo conselho de igualdade racial está vinculada a secretaria de assistência social. A comunidade negra sinta-se abraçada e assistida pelo ‘Governo de Todos’, que trabalhou por toda a sociedade sem qualquer distinção. Portanto abre-se agora um processo para novas conquistas”, finalizou.

Fonte: ASCOM-PMC.