Prefeito Pedro Coelho participa de reunião com representantes do SINTEPP para discutir reajuste para servidores da educação

1695

A reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 02/02, no prédio da Semed, contou com a presença de representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (SINTEPP), representantes do Conselho Municipal de Educação e servidores de várias escolas municipais de Castanhal.

O prefeito Pedro Coelho acompanhado dos secretários de educação, finanças e administração, recebeu a categoria para discutir o pagamento do piso salarial do magistério determinado pelo Governo Federal. Segundo o Sintepp, a categoria não conseguiu avançar na gestão passada com as negociações, prejudicando centenas de servidores da educação. “A administração passada ficou apenas protelando esse direito assegurado por lei. Uma falta de respeito com os professores que vem sofrendo com essa defasagem salarial”, ressaltou Rubenixson Farias.

O secretário de Finanças, karlan Vaccari, deixou claro que a prefeitura vem ajustando os recursos públicos apesar de várias dívidas deixadas pelo último governo. Ele sinalizou a boa vontade da gestão municipal de garantir o reajuste de 7,56% para os profissionais da educação, mas lembrou que ainda existe o repasse de 2016 que precisa ser normalizado. “O reajuste fica em torno de 19% que precisamos renegociar para não gerar impacto negativo na folha de pagamento”, complementou o Secretário de Administração Gustavo Sá. Toda conversa foi intermediada pelo Secretário de Educação, Adriano Silva, que pediu compreensão aos representantes do Sinttep.

De acordo com o secretário, a SEMED é a favor da valorização do piso salarial do magistério. Adriano Silva, lembrou que pela primeira vez na história, a prefeitura de Castanhal abriu licitação para o transporte escolar. “Não tenho dúvidas que iremos cumprir o que determina o Ministério da Educação, mas precisamos arrumar a casa e controlar os gastos para fazer um trabalho transparente que o município merece”, disse o Secretário de Educação.

O coordenador Geral do Sintepp, Alacid Silva, defendeu a renegociação da dívida em curto prazo porque existe um indicativo nacional de greve para final de fevereiro nos municípios brasileiros que não cumprirem o piso salarial. Ele elogiou a postura do novo governo em dialogar com a categoria. “Vamos esperar até a primeira semana de março por uma proposta que venha beneficiar a categoria. Essa luta é nacional mas pelo menos sentimos na administração de Pedro Coelho, a vontade de dar um fim a esse impasse que se arrasta há anos”, disse Alacid Silva. 

O prefeito de Castanhal ouviu todas as reivindicações com muita atenção. Ele deixou claro que seu governo sempre terá um diálogo aberto com os sindicatos de classe. “Tudo será resolvido nos próximos meses. Dependemos do fechamento da folha de fevereiro para traçar um diagnóstico preciso dos gastos com a Educação. Mas fica a certeza de que o reajuste será concedido a categoria”, garantiu Pedro Coelho.

Por Rivan Jatene – Ascom PMC
Fotos:Wanderley Souza -Ascom.