Prefeitura começa a receber pessoas em situação de rua

419

A Prefeitura de Castanhal montou tendas na área externa do ginásio Loiola Passarinho para o atendimento aos moradores em situação de rua.

O trabalho de triagem com os primeiros a chegar iniciou na manhã desta segunda-feira, 06. Os abrigados passaram por verificação do estado de saúde, a triagem social para obter informações gerais necessárias e identificação de cada pessoa em situação de rua, que optou pelo isolamento social por conta da pandemia do COVID-19.

Em seguida eles passaram pela revista da Guarda Municipal, receberam o café, kits de higienização, colchão e conforme a disponibilidade vestuário, roupas de cama e banho.

Jhonatan Carvalho foi o primeiro a chegar, agradecendo a acolhida. “Essa é uma boa oportunidade que a prefeitura está dando para os moradores em situação de rua, principalmente para pessoas como eu que não tem família”, declarou.

José Maria, falou que a iniciativa da Prefeitura foi acertada. “Ter um lugar seguro para dormir e a garantia de alimentação, isso me faz sentir bem. A recepção aqui no ginásio foi boa e sem discriminação. Estamos nos sentindo seres humanos de verdade”, disse.

O trabalho de triagem acontece durante toda a semana das 8h às 12h e retorno às 14h até às 17h.

“Não iremos forçar a permanência dessas pessoas aqui. Mas esclareceremos sobre a importância do isolamento social, para que eles tenham um prazo razoável de defesa do organismo, e estejam mais fortes quando acontecer o pico da COVID-19, que segundo os especialistas da saúde acontecerá neste mês de abril”, ressaltou a Secretária Municipal de Assistência Social, Elyrose Abreu.

Para oferecer um local digno aos visitantes, o Secretário Municipal de Infraestrutura, Pedro Paulo, disse que algumas mudanças tiveram que ser feitas no ginásio, como a construção de uma lavanderia e melhora nos banheiros.

“Estamos garantindo uma infraestrutura de água e esgoto, para que estas pessoas possam se sentir bem aqui. É uma crise de saúde muito grave que temos que olhar também para os menos favorecidos”, afirmou.

O isolamento dos abrigados no ginásio Loiola Passarinho deve ser de 60 dias. Durante a estadia todos irão receber três refeições diárias: café da manhã, almoço e jantar. Durante esse período a Guarda Civil de Castanhal, dará apoio constante, “Nossa presença será para garantir e resguardar a segurança de todos no espaço do ginásio Loiola. Esperamos que nossos agentes possam ajudar nesse processo de quarentena dessas pessoas consideradas vulneráveis”, disse o Comandante da Guarda Civil, Arnaldo Paiva.

Fonte: ASCOM-PMC.