Prefeitos assinam o estatuto do consórcio intermunicipal de resíduos sólidos

489

“Hoje com certeza podemos dizer que estamos fazendo história. Trabalhamos de força unida, coesa e sincronizada para que possamos ter acesso a recursos que irão melhorar a qualidade de vida de milhares de pessoas que residem em nossos municípios. Estamos todos de parabéns”.

A afirmação, otimista e realista, foi feita pelo prefeito de Castanhal Pedro Coelho Filho na tarde da última sexta-feira, 30, logo após a assinatura do estatuto do Consórcio Intermunicipal sobre a gestão integrada de resíduos sólidos, realizada no gabinete do gestor castanhalense.

Esse documento tem como principal objetivo acabar com os lixões hoje existentes em Castanhal e nos vizinhos municípios de Santa Isabel do Pará, Santa Maria do Pará, São Francisco do Pará e Inhangapi. Que, juntos, produzem diariamente 320 toneladas de lixo.

Além do prefeito de Castanhal participaram do momento histórico os prefeitos Egilásio Feitosa (Inhangapi), Diana Melo (Santa Maria do Pará), Evandro Watanabe (Santa Isabel do Pará) e Marcos Barbosa (São Francisco do Pará).

O consórcio será o instrumento legal de desenvolvimento da região nordeste do Pará, através da soma de forças políticas, econômicas, sustentáveis e ambientais de todo o território de abrangência desses cinco municípios.

Produzido a partir da união e do esforço coletivo de secretários municipais do Meio Ambiente, procuradores jurídicos, técnicos de planejamento e outras dezenas de profissionais desses cinco municípios, depois da assinatura do Estatuto Intermunicipal agora o próximo passo será protocolá-lo na Receita Federal para que, em poucos dias, termos em mãos o CNPJ, que é o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica.

“Isso significa que, com essa ‘certidão de nascimento’ vamos estar aptos para obter recursos da União e do Estado e, dessa forma, dar início ao trabalho de por fim aos lixões existentes em nossas cidades”, explicou Egilásio Feitosa, prefeito de Inhangapi.

Essa luta coletiva foi iniciada em fevereiro de 2017, com a primeira reunião para tratar da criação do consórcio. Depois foi eleita a diretoria do consórcio, que escolheu o prefeito de Castanhal como presidente, e produzido o Estatuto, assinado na reunião desta sexta-feira.

E, agora, assinatura do Estatuto, que respaldará a luta por mais qualidade de vida às populações desses cinco municípios do nordeste paraense.

Fonte:ASCOM-PMC.

Fotos: ASCOM-PMC.