Reunião discute combate às drogas nas escolas da rede municipal de ensino

898

A reunião aconteceu na última quinta-feira (16), no auditório da 8ª URE, e contou com a participação de gestores e coordenadores das escolas municipais. O evento, realizado pela SEMED – Secretaria Municipal de Educação teve o objetivo de apresentar os projetos e programas de prevenção e combate às drogas, que serão desenvolvidos nas escolas da Rede Municipal de Ensino.

As drogas são um problema social muito grave, que não atinge só as famílias, mas também as escolas, a comunidade e aos órgãos de segurança. O Comandante do 5º BPM, Ten. Cel. Araújo, falou sobre o trabalho desenvolvido pela Polícia Militar, através do PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, e a preocupação em impedir que as crianças sejam contaminadas por essa “doença”, aprendendo desde cedo os riscos que correm e como podem se defender.

O Secretário de Educação, Prof. Adriano Silva enfatizou o apoio da SEMED aos projetos dentro de uma perspectiva preventiva e educativa, ressaltando que as parcerias são importantes para se combater esse problema.

A coordenação do PROERD – Castanhal apresentou o trabalho desenvolvido nas escolas do município. Segundo eles, mais de 1700 crianças foram capacitadas em 2016. A expectativa dos instrutores é dobrar esse número e ampliar a quantidade de escolas atendidas pelo projeto. Também foi apresentado ao público, o Projeto Piloto denominado “Uma Academia de Vida”, proposto pela Associação Papa João XXIII, que administra as Comunidades Terapêuticas da Ressurreição e Santíssima Trindade. O projeto foi apresentado pelo coordenador das comunidades, Massimo Boni e pela psicóloga, Antonia Lourenço, e deverá ser implantado nas escolas municipais São João Bosco, localizada no bairro Florestal e Inês Costa, Fonte Boa.

O Secretário de Educação anunciou a intenção da SEMED de implantar seu próprio projeto de combate às drogas. “Não podemos nos deixar vencer pela violência. E a prevenção é um caminho. Sempre vou acreditar que ainda há jeito, que ainda existe esperança para nossas crianças”, finalizou o Secretário de Educação, Adriano Silva.

ELIENE SOUZA – Ascom Semed.